sábado, 4 de março de 2017

O hábito de ler me fez vencer - Concurso público





Uma das distrações mais econômicas e interessantes que eu tenho é a leitura. Sempre que posso vou a livrarias e compro um pouco de papel escrito por alguém. Aproveito as promoções como nas “Livrarias Leitura” que de tempos em tempos realizam uma verdadeira queima de estoque. Já comprei exemplares incríveis por valores módicos como R$10,00.


O mais legal disso tudo é que o livro não acaba rápido, claro dependendo do seu ritmo e tempo. Como tenho outras tarefas durante o dia não fico somente por conta de ler. Normalmente um livro com cerca de 400 páginas eu leio em 10 dias.


Isso nos ajuda a crescer como pessoas, profissionais, seres humanos. Quem não tem o prazer na leitura certamente está perdendo uma oportunidade na vida. Seja no social, relacionamento, finanças.


Toda leitura é válida. Só cheguei até aqui pelo conhecimento adquirido pelos amigos dos outros blogs. Eu já li quase todos e fico ansioso pelas próximas postagens dos amigos. Lembro que quando comecei a me identificar pela frugalidade do pobretão, ficava esperando qual seria seu próximo assunto.


Outra riqueza que adquirimos com essa forma de ocupar investir nosso tempo é a possibilidade de nos desconectarmos da televisão e da internet. Não tenho a referência do escritor, porém ao assistir uma palestra do finado e nobre professor “Pier” ele citava que um estudo realizado por um pesquisador britânico revelava que o uso continuo da internet e celulares – sem fim de aprendizagem – tinha o potencial duas vezes maiores de lesar os neurônios do que a própria maconha. Isso mesmo, ficar vendo merda na net e incluo por minha conta televisão, deixa a pessoa duas vezes mais burra que fumar maconha.


Além da libertação que temos com o conhecimento adquirido na pratica de ler, temos a oportunidade de conhecermos algo novo. Lembro que na época da faculdade os alunos podiam pegar apenas 3 livros na biblioteca durante 7 dias. Caso não houvesse reserva você renovava o exemplar. Como sempre trabalhei e estudei eu gastava meus créditos com os livros solicitados pelos professores, pois sempre tinha prova, trabalhos, etc.


Acontece que durante o período de férias os alunos poderiam pegar os mesmo 3 exemplares e ficar com eles durante todo o recesso. Nesse momento eu aproveitava para pegar outros títulos que não eram da minha área e que eu me interessava. Pedia outro amigo que nunca usou esse benefício e assim ficava com 6 livros.





Já li assuntos de física quântica, nutrição, educação física, literatura estrangeira, hipnose, neolinguística, economia, ou seja, tudo quanto é área.


Mas você Lawyer escreve errado, sem concordância, pontuação de merda, e blá blá blá. Não importa, sou leitor e não escritor. O blog é apenas uma forma de eu interagir com as pessoas que tem os mesmo anseios que eu. Muito melhor ter um perfil criado do que postar nos comentários de alguém como anônimo.


Sem contar que hoje já tenho meu público e assim como eu tem várias pessoas que ficam ansiosas por postagens regulares.


Em abril volto pesado a estudar para concursos jurídicos e acredito que não ficarei menos frequente aqui. Quem fica é por pura desculpa. Normalmente eu gasto de 10 a 15 minutos para escrever um texto e postá-lo. Quem durante uma semana inteira não tem esses 15 minutos? Não me venha falar que está estudando 12 horas por dia e entre um livro e outro não tem esse tempo.


Quando passei em meu concurso estudei somente durante 6 meses. Trabalhava de dia e faculdade à noite. Durante o trabalho conseguia estudar um pouco entre os horários e quando chegava da faculdade também. Final de semana era o sábado de 07h às 21h mesma coisa no domingo.


Já estava no quinto período de Direito e as matérias do meu concurso eram do ensino médio, como matemática, física, química, biologia, etc. Imagina como eu fiquei entre voltar no tempo do ensino médio e continuar no Direito. Embolou muito, foi difícil, mas eu tinha uma carta na manga, tinha o hábito de ler. Lia sem parar e pegava tudo.


Conclusão, total de inscritos no concurso algo em torno de 28.500 candidatos para 232 vagas. O Lawyer aqui ficou em 80 geral. Achei muito bom o resultado. Passei simultaneamente em outros 4 concursos que pagavam menos e optei pelo atual.


 Mesma coisa foi na OAB passei de primeira. Agora pegar pesado para galgar outros sonhos.



Fica a dica. Leia!





23 comentários:

  1. Muito bom.

    Eu concordo que deveria ler mais, mas leio muito os blogs de finanças rsrs

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas essa leitura é muito valida não é verdade. Aqui conseguimos muitas informações.

      Excluir
  2. Dr. Lawyer, Você é servidor público de qual área? Fiquei curioso pois, hoje, em meio a crise, um certame com essa quantidade grande de vagas e nem 30 mil inscritos é coisa rara. Nem mesmo concursos da área de segurança pública que historicamente tinham uma relação baixa entre inscritos/vagas os candidatos hoje possuem uma concorrência brutal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou do executivo Estadual. Acontece que passei em 2008 e tomei posse em 2010. Nessa época pipocava concurso. Depois que fui aprovado nesse deixei de passar em um federal que pagava 3 vezes mais por 6 horas diárias de bobeira. Já tinha garantido e fiz corpo mole para estudar.

      Tempos bons.

      Excluir
    2. Aproveitaste a época áurea dos concursos.

      Excluir
  3. o interessante dos blogs é que voce avalia as diferentes formas de pensar e estrategias usadas para atingir as metas pessoais e financeiras, enfim...sempre interessante aprender

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem duvida, todos os relatos e estratégias são muito bem vindos.

      Excluir
  4. Há que se observar que o hábito da leitura auxilia não somente na fase do estudo, mas também na hora da prova em si, principalmente em questões de interpretação de texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem sombra de dúvida. Deixa você super treinado.

      Excluir
  5. Lawyer, acho que a leitura deveria ser muito mais incentivada. Uma maioria absurda das pessoas só lê os posts dos amigos no Facebook, e se for muito extenso já desiste. Você é um privilegiado por ter esse hábito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você também meu caro, já que está aqui me prestigiando. Facebook eu já exclui faz tempo.

      Excluir
  6. Lawyer, que concurso é esse que tinha química, física e biologia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na época o nível era ensino médio, por isso a exigência pouco comum. Agora é curso superior e essas matérias saíram. Não vou falar o cargo para não expor demais.

      Excluir
    2. também fiquei curioso... parece petrobras ou alguma empresa na área de energia.

      Excluir
  7. Lawyer,

    Tb estou na onda dos concursos... ainda com menos empenho do q preciso e do w gostaria...
    Pensei em fazer post mensal demonstrando as horas de estudo. Q vc acha da idéia? Conhece algum blog de condurseiro?

    Abraço
    PD7

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure no youtube o video do professor pier. Como aumentar sua inteligência. Não comece a estudar sem ver esse vídeo.
      E boa aprovação.

      Excluir
    2. Prof Pier era um mito. Uma mente absolutamente brilhante.
      Através dele que me interessei por Asimov.
      Algumas frases marcantes do mestre:
      "estudar pouco, mas estudar sempre"
      "o Brasil tem alunos demais e estudantes de menos"
      "seu burrrro!"

      Excluir
    3. Ele era uma pessoa muito abençoada.

      Excluir
  8. Você escreve bem também. É bem claro e coerente em seus textos. Na maioria das vezes, a pessoa que lê muito, escreve bem. Eu não tenho lido muito ultimamente, mas irei começar a desenvolver esse hábito. A minha geração é do whatsapp, logo, a escrita da galera está horrível por causa disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha geração era sem tecnologia mesmo, porém tivemos nosso vícios de linguagem eletrônico no início dos anos 2000 com o acesso à internet e seus famigerados programas de interação social, tais como: icq, bate papo da uol.

      Eram praticamente as mesmas abreviações de hoje, mas em conexão discada, kkk.

      Excluir
  9. Também gosto muito de ler. Ultimamente venho lendo muitos blogs sobre investimentos, tem muita coisa boa nesse meio.
    E isso me motivou a criar meu blog também. Escrever também é legal, é só ter um pouco de força de vontade e deixar as desculpas de lado. Pra mim tudo isso é uma questão de prioridade. Quem quer consegue ler o livro que for, os blogs, as apostilas e por ai vai....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, depois que gostamos de um assunto não queremos parar.

      Excluir
  10. Também gosto muito de ler, e isso me ajuda nas interpretações de diversos assuntos, e por incrível que pareça comecei a ler no ensino fundamental, pois uma gata ia pra biblioteca todo intervalo, e pra ficar perto dela e quem saber ter uma chance eu tbm ia e pra não dar bandeira começava a ler. iniciei por mitologia, grega e egípcia, e depois fui variando, atualmente leio mais sobre finanças e o blog da galera tbm. minha esposa tem dificuldade na interpretação e escrita, porque nao possui vocabulário e não tem o hábito de ler, falo constantemente para ela começar a ler, mas é complicado.

    ResponderExcluir