terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Como ficar RICO na bolsa, segundo um amigo.



Tive uma conversa com um amigo há uns dias atrás sobre investimentos como renda fixa, variável, etc. Nós iniciamos essa conversa por curiosidade dele. Ele não tem o hábito de acumular patrimônio, porém viu uma matéria interessante no site da UOL e teve uma surpresa ao ler a reportagem que se referia ao crescimento de algumas empresas no mercado financeiro de ações. E não por acaso ele somente viu a parte boa, como sempre.




Nessa matéria são elencadas as 10 empresas que mais obtiveram crescimento na bolsa de valores entre 31 de dezembro de 2015 e 29 de dezembro de 2016. O crescimento mais expressivo foi o papel da Magazine Luiza, sendo seguido pelos outros 9 ``super papeis``.


Irei indicar o link da matéira ao final do post, mas por hora observem o crescimento dessas empresas durante todo o período de 2016. 


1.            Magazine Luiza (MGLU3): alta de 501,53% no ano (de R$ 17,65 para R$ 106,17)
2.            Eletrobras (ELET3): 296,01% (de R$ 5,76 para R$ 22,81)
3.            Sanepar (SAPR4): 267,65% (de R$ 2,92 para R$ 10,75)
4.            Via Varejo (VVAR11): 229,15% (de R$ 3,27 para R$ 10,75).
5.            Bradespar (BRAP4): 199,92% (de R$ 4,95 para R$ 14,85)
6.            Metalúrgica Gerdau (GOAU4): 192,05% (de R$ 1,64 para R$ 4,80)
7.            CSN (CSNA3): 171,25% (de R$ 4 para R$ 10,85)
8.            Usiminas (USIM5): 169,03% (de R$ 1,52 para R$ 4,10)
9.            Eletrobras (ELET6): 147,99% (de R$ 10,44 para R$ 25,89)
10.         Ser Educacional (SEER3): 146,87% (de R$ 7,56 para R$ 18,67)


Durante a conversa ele me informou que conheceu um site que realizava o cálculo e rentabilidade de ações. Quando ele abriu a tela do sítio percebi que se tratava do famoso http://www.clubedopairico.com.br, que por sinal é um ótimo local para estudos.



Dessa forma meu amigo como um ar de que fosse o gênio das finanças foi reproduzindo a rentabilidade do período apresentado e simulou ter investido no dia 31 de dezembro de 2015 apenas R$1.000,00 em cada empresa. E ao final ele chegou em números extraordinários como em um passe de mágica.


Tentei conversa com ele e abrir os olhos no sentido de explicar que não há qualquer mágica na bolsa de valores e muito menos oportunidades escancaradas com ganhos fenomenais. E o que ele realmente fez foi operar no passado. Ao longo da conversa eu o informei que não é tão simples vocês escolher 10 empresas e montar uma carteira 100% vencedora. Ninguém consegue isso e como a matéria demonstrou foi as top 10 de 2015. E acertar isso naquela época é quase igual a ganhar na loteria.


A conversa foi tomando proporções inexplicáveis e durante um tempo fui meio que tachado como ingênuo, para não dizer burro. Ele tentava provar de todas as maneiras que os números não mentem. E eu concordava que realmente não mentiam e se ele em 31 de dezembro de 2015 tivesse aplicado valores nas empresas listados, provavelmente estaria muito melhor que hoje.


Agora vou repassar os valores que ele calculou por alguns minutos na minha frente e após cada clique que gerava a rentabilidade final os olhos dele brilhavam e me pareceu que eu estava em frente ao garoto citado no livro do “Pai rico pai pobre”, quando os moleques para ganhar dinheiro decidiram cunhar moedas tendo por base tubos de creme dental usado.


Lembrando que como o gênio informou ele aplicaria (kkkkkk) R$1.000,00 em cada empresa, totalizando apenas um total de R$10.000,00 e no final estaria muito bem de vida.


Magazine Luiza (MGLU3): alta de 501,53% no ano (de R$ 17,65 para R$ 106,17)
Compra de 56 papeis a R$17,65 e venda dos mesmos a R$106,00 = R$4.930,00

Eletrobras (ELET3): 296,01% (de R$ 5,76 para R$ 22,81)
Compra de 173 papeis a R$5,76 e venda dos mesmos a R$22,81 = R$2.932,94

Sanepar (SAPR4): 267,65% (de R$ 2,92 para R$ 10,75)
Compra de 342 papeis a R$2,92 e venda dos mesmos a R$10,75 = R$2.661,25

Via Varejo (VVAR11): 229,15% (de R$ 3,27 para R$ 10,75).
Compra de 305 papeis a R$3,27 e venda dos mesmos a R$10,75 = R$2.264,92

Bradespar (BRAP4): 199,92% (de R$ 4,95 para R$ 14,85)
Compra de 202 papeis a R$4,95 e venda dos mesmos a R$14,85 = R$1.983,42

Metalúrgica Gerdau (GOAU4): 192,05% (de R$ 1,64 para R$ 4,80)
Compra de 609 papeis a R$1,64 e venda dos mesmos a R$4,80 = R$1.908,09

CSN (CSNA3): 171,25% (de R$ 4 para R$ 10,85)
Compra de 250 papeis a R$4 e venda dos mesmos a R$10,85 = R$ 1.696,22

Usiminas (USIM5): 169,03% (de R$ 1,52 para R$ 4,10)
 Compra de 657 papeis a R$1,52 e venda dos mesmos a R$4,10 = R$ 1.678,79

Eletrobras (ELET6): 147,99% (de R$ 10,44 para R$ 25,89)
Compra de 95 papeis a R$10,44 e venda dos mesmos a R$25,89 = R$ 1.451,56

Ser Educacional (SEER3): 146,87% (de R$ 7,56 para R$ 18,67)
Compra de 132 papeis a R$7,56 e venda dos mesmos a R$18,67 = R$ 1.450,33


No final dessa brincadeira sem fazer nada o camarada “saiu” com R$ 22.957,52. Como se não bastasse ele ainda adicionou mais uma casa decimal no número acima e me mostrou o “milagre da multiplicação”. Afirmou que se tivesse vendido um carro e um lote e investido, hoje ele teria mais de R$100.000,00 para gastar como quisesse.


Por fim informou que pretende comprar algumas ações das empresas listadas acima, pois são boas e confiáveis (já que sobem muito e está na página da UOL). Alertei sobre o risco de comprar na alta e vender na baixa, e que pode ser que a cotação das empresas continue subindo, como também pode baixar. Tudo é incerto e é isso que mantém o barco navegando no mar da renda variável.





 Ps: Este é um site amador que trata de investimentos e não tem o condão de indicar qualquer investimento, tampouco o criador e o amigo tem certificação ou licença para atuar como consultor.


12 comentários:

  1. Cuidado para não perder o amigo "jênio".
    kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Nem fala, eu perco o amigo, mas não perco a piada!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Lawyer!

    Te entendo cara. Já passei por essa situação. Agora meu amigo está mais "tranquilo". Mas na época que descobriu a bolsa, o cara jurava que ficaria milionário em 5 anos investindo 20 mil temers

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que é uma coisa que enche os olhos mesmo. Quando coloca no papel a conta fecha. Só não fecha quando coloca dinheiro e emocional.

      Excluir
  4. Bom, vc tentou alertar pelo jeito.
    Sabe oq vc faz agora? Nada! Deixa! Deixa ele fazer a cagada sozinho..... Assim ele aprende....
    Rs
    Abraco colega de profissao!

    ResponderExcluir
  5. Fala IM, pois é não tenho muito o que fazer mesmo. Tomará que o plano dele dê certo, pq ai vou lá filar um churrasco kkkk.

    ResponderExcluir
  6. Olá LI,

    Este seu amigo é o típico "Engenheiro de Obra Pronta", se ele tivesse investido essa quantia e no meio do ano estivesse valendo a metade, ele esperaria até o fim do ano para vender? Acredito que a melhor forma de aprender é começar com pouco dinheiro.

    Boa sorte ao seu amigo, grande abraço

    ResponderExcluir
  7. É o que eu falei, operar no passado é muito fácil. Quero ver é ter fundamentos e nervos de aço para se manter em pé na baixa.

    ResponderExcluir
  8. Cara e o pior quando ele perder a grana ainda vai te culpar que foi olho gordo e que você fez macumba pra ele. Sinto muito, mas você se lascou nessa só de ter aberto a boca.

    ResponderExcluir
  9. Olha esse trecho que escrevi e vou falar para ele com essas palavras:

    "Alertei sobre o risco de comprar na alta e vender na baixa, e que pode ser que a cotação das empresas continue subindo, como também pode baixar. Tudo é incerto e é isso que mantém o barco navegando no mar da renda variável."

    ResponderExcluir
  10. lawyer, excelente ideia. Alias, deveríamos seguir todos essa mesma estratégia, sem tirar nem por, e ficaremos todos ricos!

    Pior que tenho vários amigos que pensam assim també,. E outro que pensam que nao da pra adiar um sonho, comprar depois, etc, pq posso morrer amanhã...
    Nem tem o que falar

    Abc

    ResponderExcluir