sexta-feira, 28 de julho de 2017

Primeira vez que andei de Uber - Dá dinheiro!




Como escrevi anteriormente no final de semana passada fui a um hotel fazenda com a onça, porém durante o percurso o carro dela estragou, sendo necessário acionar o reboque do seguro.


Na segunda-feira portanto mandei o automóvel a uma oficina de um conhecido e dessa forma fiquei impossibilitado de voltar até a casa dela para pegar minha moto. Sendo assim cheguei no serviço e na hora de ir embora pedi um amigo uma carona, já que era caminho dele.


Pegamos um trânsito incrivelmente ruim no horário critico da tarde. Carros para todos os lados, obras na pista e ainda demos sorte de não estar no período letivo das escolas, senão o caos seria maior.


Nesses momentos penso o quão feliz sou com minha motoca que não fica parada em nenhum congestionamento. Para se ter uma ideia levamos algo em torno de 25 minutos para percorrer em uma via de trânsito rápido 5 km. Caso estivesse de moto, mesmo com todo trânsito não gastaria mais de 5 minutos, já que os corredores são bem largos.


Assim que cheguei, agradeci a gentileza do colega, desci fui na padaria comprar alguma coisa para tomarmos café e entrei para casa dela. Lá conversamos e não lembrei de conferir nada em relação a moto.


Ao acordar no dia anterior a onça pediu Uber para ela e eu feliz da vida fui em direção a moto. Para minha surpresa eu esqueci a chave da moto na repartição (muita falta de atenção).







Sendo assim não vi outra opção senão pedir o serviço do Uber, visto que o horário já estava adiantado e ônibus eu não sei nem embarcar mais.


Solicitei o serviço e recebi o valor que seria pago R$24,90 pela distância de 7km achei bem puxado já que com esse valor seguramente eu ando 20 dias de moto no trajeto que estou acostumado. Mas não tive opção. No entanto se fosse para ir todo dia gastaria algo em torno de R$ 50,00/dia x 22 dias, R$1.100,00. Totalmente inviável. 


Para o espanto de todos eu gasto entre R$40,00 a R$46,00 por mês de moto.


Até a chegada do veículo observei a avaliação do motorista e me espantei quando lá mostrava que ele já teria feito 5.561 viagens em um ano. Puta merda que números.


Após o embarque iniciamos uma conversa. Ele me disse que roda quase todos os dias e tem locais estratégicos para ficar. E para minha surpresa esclareceu que mesmo com muitas pessoas prestando o serviço ele chega a fazer de 20 a 30 corridas por dia. O indaguei se ele estava por opção ou teria outros planos para sair. E não me surpreendi quando ele afirmou que prefere trabalhar com isso do que se sujeitar a ser empregado regime CLT.




Pelo jeito o negócio ainda dá um dinheiro, não entrei em detalhes de valores mensais, contudo ficou claro que o combo liberdade de trabalho e dinheiro pingando toda hora, era uma boa para ele.



Nesse exato momento acabei de pedir um Uber para minha tia, corrida de 23 km, R$51,00 e o motorista tem mais de 2.300 viagens no currículo. Para quem esta parado é uma dica.



20 comentários:

  1. O Uber pode sim dar muito dinheiro. Mas isso depende muito dos custos que o carro gera ao rodar.

    Tenho um conhecido que começou recentemente a fazer corridas pro Uber. Pra situação dele, que tem um carro semi-novo e econômico vale muito a pena. Ele me mostrou os ganhos que teve em uma semana e eu achei bastante interessante.

    É uma ótima alternativa para uma segunda fonte de renda.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é a segurança também, vários estão sendo vítimas.

      Mas se rodar em.áreas nobres a probabilidade de dar certo é alta.

      Excluir
  2. Ando 20km por dia de moto e gasto R$ 180 por mês. Mas levo em conta combustível, manutenção, impostos, pedágio, depreciação, custo de oportunidade. Seu custo está muito baixo mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só levei em consideração o combustível.
      Óleo troco a cada 3 meses a média e dá R$12,00.
      Manutenção nunca dá, minhas motos são sempre quase novas.

      Excluir
  3. Eu estou quase comprando uma moto, vou ver se começo com uma tipo PCX, eu tenho muito medo, mas por outro lado a economia de tempo e dinheiro acho que vale a pena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa moto é de mulher Stifler, faz isso não. Se passar do.lado de uma carreta você voa.
      E sem.contar que ela é caro. Compra uma 150 cg usadinha e boa, muito melhor.

      Excluir
    2. Tirando os preconceitos uma PCX é uma ótima escolha para começar, câmbio CVT é uma preocupação a menos para iniciantes. O custo inicial vai ser mais alto, mas na hora da revenda ela vai valer mais. Com certeza vale muito mais a pena uma seminova em boa condições. Mas é uma moto urbana. Se for pegar estrada e passar perto de carretas, qualquer moto pequena vai sofrer.

      Excluir
  4. eu vendi meu carro pq nao aguentava mais...de moto o preço das coisas é mais "justo",fora o tempo que poupa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vet de carro eu calculava onde ia e o que faria, de moto eu não faço conta de nada, pois é irrisório o valor para se manter e usar.

      Excluir
  5. Lawer bom dia!

    Tem algum e-mail que possa tirar uma dúvida com você?

    Mineiro poupador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consulta grátis nem pensar.kkkk
      Lawyerinvestidor@gmail.com

      Excluir
  6. Acho muito útil o Uber.
    Depende da demanda x oferta da cidade, bem como do transito.
    No ES é custo efetivo.

    ResponderExcluir
  7. Moro em uma cidade de 200mil pessoas, 500metros do centro e uso entre 3km até 5km de percurso por dia com carro. Neste meu caso moto X carro seria irrelevante os custos.
    Optei pelo carro por causa da segurança e conforto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nessa distância até bike compensa.

      Excluir
    2. Uso apenas para mercado, shopping e dias chuvosos.
      Em dias normais é a pé ou ônibus pois transporte público aqui não tem ônibus lotado por ser pequena a cidade.

      Excluir
    3. Tem algumas cidades no meu estado que o transporte público municipal é de graça.

      Excluir
  8. Eu precisava largar o medo de moto de lado e pegar uma...

    ResponderExcluir
  9. Peguei um Uber em São Paulo na semana passada, e o motorista me disse que roda aproximadamente 300Km por dia. Se multiplicar isso por 22 dias úteis, que seria a média de trabalhar de segunda a sexta todos os meses, daria 6600Km por mês. Ou seja, a cada 1,5 mês tem que fazer uma revisão no carro.
    Quanto a renda, ele me disse que, trabalhando meio período, tira 6 mil limpos por mês, mas aí inclui alguns bicos fora do Uber, tipo pegar um dia e levar um gringo conhecido para passear na praia (me disse que aí fecha um pacote "dia todo" por 600 ~ 800 reais). Achei muito alto, pois outras fontes me disseram que rodando se segunda a sábado, dia inteiro, ganha-se entre 4 e 5 mil por mês limpos.
    De qualquer forma, pra quem tá sem trampo e tem um carro parado, vale à pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo pra quem tem trampo compensa muito. Qualquer renda que agrega é bem vinda.

      Excluir